Gabinete de Promoção do Programa-Quadro de I&DT NEWSLETTER
GPPQ
NEWSLETTER nº 94 - dezembro 2016

InteGrid
Demonstration of INTElligent grid technologies for renewables INTEgration and INTEractive consumer participation enabling INTEropetable market solutions and INTErconnected stakeholders

Instrumento
Innovation Action (IA)

Duração
42 meses

Financiamento
custo total: 14.533.617,51 € | contribuição financeira UE: 11.320.811,00 €
contribuição para PT: 4.440.514,36 €

Consórcio
PT (coord.)| AT | DE | ES | NL | SE | SI | UK

Participantes PT
EDP Distribuição Energia (coord.)
ADP – Águas de Portugal
CNET – Centre for New Renewable Energy Technologies
INESC TEC

Contacto
Pedro Godinho Matos

 

 

Resumo do Projeto

O InteGrid é um projeto de desenvolvimento e demonstração na área das redes inteligentes, com foco no consumidor e nas redes de distribuição.

A visão do InteGrid é criar uma ponte entre cidadãos, tecnologias e os outros atores no ecossistema energético, potenciando o papel do cidadão neste ambiente.

O projeto vai demonstrar como é que os operadores de rede de distribuição (ORD) podem proporcionar um papel ativo no mercado de energia e na gestão das redes de distribuição a todos os atores do ecossistema energético, o  que resultará no desenvolvimento e implementação de novos modelos de negócio, recorrendo a novos modelos de gestão de dados e a abordagens inovadoras para envolvimento dos consumidores.

O consórcio vai também testar e demonstrar soluções escaláveis e replicáveis num ambiente integrado, que permitam aos ORD planear e operar a rede, de forma estável, segura e competitiva, com uma alta penetração de fontes de energia renováveis descentralizadas usando a flexibilidade inerente de tecnologias específicas e a interação com diferentes atores.

Para alcançar estes objetivos, foi formada uma parceria que inclui elementos de toda a cadeia de valor da distribuição de energia: 3 ORD de países diferentes e respetivas empresas de retalho, institutos de investigação, empresas de TIC, parceiros industriais, clientes e ainda uma start-up na área do envolvimento do consumidor.

A abordagem do projeto baseia-se em 2 elementos: 1) o papel do ORD como otimizador de sistema e facilitador de mercado, e 2) a integração de atividades de demonstração já existentes nos 3 locais de demonstração, focada na escalabilidade e replicabilidade, considerando as condições regulatórias e de mercado em mudança, o que permitirá, assim, passar das soluções singulares para uma gestão integrada a uma escala maior.

Combinando 3 pilares conceptuais, o planeamento operacional proactivo com recursos de energia distribuídos, os modelos de negócio para recursos distribuídos de energia flexíveis e a troca de informação entre diferentes atores do sistema de energia, este projeto permitirá maximizar os ganhos económicos, societais e ambientais da integração combinada das fontes de energia renovável descentralizada e dos recursos de energia flexíveis. A plataforma agregadora de dados (Market HUB) e as funções de redes inteligentes e modelos de negócio inovadores associados irão abrir oportunidades para novos serviços e uma implementação efetiva a curto prazo destas tecnologias emergentes.

O projeto é coordenado pela EDP Distribuição e resulta de uma parceria de vários atores do setor energético a nível europeu, contribuindo assim para fortalecer o desenvolvimento das redes de energia do futuro.

 

 

VOLTAR À NEWSLETTER


www.fct.pt


www.ani.pt

Remover o seu endereço da lista