Gabinete de Promoção do Programa Quadro de I&DT
FCT - Fundação para a Ciência e Tecnologia | Ministério da Educação e Ciência

O tema Infraestruturas de investigação no 7ºPQ

Orçamento: 1.8 mil milhões EUR (2007 - 2013)

As infra-estruturas de investigação desempenham um papel cada vez maior na evolução do conhecimento, no desenvolvimento da tecnologia e da exploração destes. Necessitam de uma vasta gama de competências para serem desenvolvidas, e devem ser usadas e exploradas por uma larga comunidade de cientistas e indústrias à escala europeia.

Benefício para os cidadãos:

Alguns exemplos de infra-estruturas de investigação incluem as fontes de radiação, as bases de dados sobre a genómica e as ciências sociais, observatórios para as ciências ambientais, sistemas de visualização, divisões esterilizadas para desenvolvimento de novos materiais ou nanoelectrónica, infra-estruturas de computação e comunicação, e telescópios. Estas instalações, recursos ou serviços têm a capacidade de reunir as pessoas e o investimento, e contribuir para o desenvolvimento económico a nível nacional, regional e europeu. São, portanto, importantes para a investigação, educação e inovação.

Benefício para os investigadores:

As infra-estruturas de ponta para a investigação necessitam de numerosas competências para se poderem desenvolver. Ao mesmo tempo, podem criar ambientes de investigação estimulantes e atrair investigadores de diversos países, regiões e disciplinas. Milhares de cientistas e estudantes de universidades, institutos científicos ou indústrias europeias e doutras partes do mundo beneficiam das infra-estruturas de investigação.

As infra-estruturas de investigação podem ser vistas como centros de excelência estratégicos para a investigação e formação, bem como facilitadores das parcerias público-privado na investigação. A vantagem da colaboração pluridisciplinar e entre instituições está nas interacções pessoas dos investigadores provindos de diversos países, disciplinas e locais de trabalho. Uma vez que as actividades nestas instalações tocam os limites da ciência, estimulam o interesse dos jovens e motivam-nos a seguir carreiras científicas.

Benefício para a indústria e PMEs

A indústria usa as infra-estruturas de investigação em colaboração com os investigadores. A sua construção e manutenção cria importantes efeitos de oferta e procura. Tais capacidades de inovação podem ser vistas através da mobilidade dos investigadores entre o sector público e o privado, e as novas tecnologias aplicadas à construção de instalações de pesquisa de excelente qualidade, ou produtos derivados, ou empresas recém-criadas. As infra-estruturas de investigação estimulam, obviamente, os impactos industriais, e têm um papel de grande destaque na constituição do interface entre ciência e indústria.

Têm também impacto socioeconómico; por exemplo, onde se localizam as infra-estruturas de investigação pan-europeias, é frequente surgirem núcleos tecnológicos ou parques tecnológicos/industriais associados, e de áreas afins. Tais centros estratégicos para a transferência de conhecimentos oferecem ou melhores possibilidades para os contactos relacionados com a investigação interdisciplinar ou maiores factores de atracção para as firmas de alta tecnologia. Em resultado, as regiões competem, muitas vezes, para atrair novas instalações, e isto pode ser uma oportunidade de aumentar a interacção público-privado no financiamento de actividades de investigação.

MAPA GERAL DO SITE